segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Qual é o nosso papel na educação e formação de valores dos nossos filhos?


Estava refletindo sobre a influência dos pais na vida e educação das crianças...

A cada dia que passa está mais difícil educarmos nossos filhos. A sociedade está cada vez mais mudada e os valores então, nem se fale!
Muitos pais e mães precisam "dar" jornada tripla fora de casa: trabalho, estudo, bicos, cursos...
Muitas mães querem seguir carreiras e ainda assim serem mães, esposas e donas de casa...
Acho que cada um tem que correr atrás do que quer e acha certo, mas é preciso tomar cuidado porque na maioria das vezes a educação da criança fica integralmente nas mãos da escola, da babá ou dos avós. Pior ainda é quando a educação fica picadinha (ninguém tem autoridade e ao mesmo tempo todos mandam de uma só vez: pais, escola, babá e avós).
Quando isso acontece, a criança fica completamente perdida e não sabe a quem obedecer, o que é realmente certo e errado, o que realmente pode ou não. Criança precisa de rotina e de autoridade, de amor, carinho e de firmeza, precisa sentir-se amada e ela só se sentirá dessa maneira se perceber que os pais e as pessoas que a rodeiam se interessam por ela a ponto de corrigirem seus erros, de prestarem atenção em suas atitudes.
Por isso, quem quer que seja que esteja cuidando da criança, tem que estar de acordo com o que os pais consideram certo e errado, para que a cabeça da criança não se confunda e, dessa maneira, a criança não perca a base de sua educação.
Não podemos deixar a responsabilidade da educação de nossos filhos somente para a escola. Lembrem-se: NÓS SOMOS RESPONSÁVEIS PELOS NOSSOS FILHOS! Nós é que devemos educá-los e cabe a escola nos auxiliar nessa difícil tarefa!
O melhor jeito de ensinarmos nossos filhos a serem pessoas honestas, educadas, gentis, bem humoradas, estudiosas, respeitosas e respeitadas é darmos o exemplo. Não adianta nada querermos que nossos filhos sejam honestos se quando nos cobram a menos no restaurante ou nos voltam troco a mais na padaria, ficarmos quietos e levarmos o dinheiro embora.
O dinheiro não é nosso e por isso temos que devolvê-lo. Muita gente pode pensar agora: _Que exagero! A pessoa que cobrou errado tem que pagar por isso!
Mas não é bem assim! Por querermos ser espertos demais é que chegamos numa sociedade onde não podemos confiar em quase ninguém! Por isso é que temos policiais e políticos corruptos... É claro que eu não estou generalizando!
Um dia eu estava assistindo ao programa de televisão CQC (da Bandeirantes) e eles estavam fazendo um teste de honestidade com as pessoas do povo, nas ruas de São Paulo e surpresa: a maioria foi desonesta, pegou dinheiro que não lhes pertenciam, objetos que pessoas em sua frente deixaram cair... etc. Aí me lembro daquela frase: "Não faça para os outros o que não gostaria que fizessem com você!". Coloque-se no lugar do outro!
Então, ao final do programa, eles chegaram a conclusão: se o povo é corrupto, só pode eleger políticos corruptos! E eles estão certos nessa afirmação!
Assim é com nossos filhos: temos que ensinar com exemplos. Temos que trazer os antigos valores de volta!
Não me refiro aqui a caretices de antigamente, como casar virgem por exemplo. Isso cabe a cada pessoa e família. Me refiro aos seguintes valores: respeitar os mais velhos, dar lugar nos ônibus aos idosos, gestantes e pessoas com crianças de colo; não roubar; não criar boatos; não pichar os muros; ser honestos; dar bom dia desde a nossa faxineira até o nosso chefe; sorrir para as pessoas; atendermos bem nossos clientes; respeitar os professores e colegas; devemos ser mais tolerantes; mostrar que preconceitos não valem nada (seja ele racial, com portadores de necessidades especiais, com gordinhos ou pessoas magras demais, ricos ou pobres...).
Só dessa maneira, conseguiremos que nossos filhos sejam pessoas melhores do que somos hoje e também conseguiremos um mundo melhor para eles!

Vamos nos unir para uma melhor educação?

Lívia.


(Esse post estava anteriormente em meu antigo blog e agora está no Diversão em Família. Como não escrevo mais no primeiro e gosto deste post, aproveito para dividi-lo com vocês.

4 comentários:

Renata disse...

ótimo Lívia, que texto heim!
Tbm penso assim, que exemplo vem principalmente de casa...Os filhos são o reflexo dos pais, do que fazemos e de como agimos.

=)

beijos

Anônimo disse...

Livia,minha querida

Acabo de ler seu post e nao podia estar mais de acordo com o que você escreveu. Sem exemplos, não adianta nada a ladainha dita diariamente para tentar moldar nossos filhos. Só a partir da observação das escolhas que fazemos é que eles poderão ter um norte para fazerem suas escolhas (que esperamos que sejam tão boas ou sempre melhor que as nossas).

Um beijo.

Rafa

Amanda disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Amanda disse...

complicada essa uestão né? tbm sempre penso nisso..

http://www.maedevinteepoucos.com/